17 março 2013

Kim Doner - Ilustra o manual do novato 101

Postado por Bi@ às 14:15 0 comentários
Mais um ... Mundo house of night!!!




 Este é o nome da talentosíssima ilustradora do livro Manual do novato 101, Kim Doner foi deixada por ciganos na varanda da frente de Betty e Doner Otto em 21 de julho de 1955. Como uma criança pequena, ela planejava crescer e ser um artista Veterinário da bailarina. Kim poderia salvar vidas de animais por dia, dança no palco durante a noite, e de férias na África a cada verão para vestir peles de leopardo, tintas faciais, e contas de fantasia (ela tinha gostos extravagantes como uma criança pequena). Ela iria viver em uma casa na árvore como Tarzan (Johnny Weissmuller e se não aparecer, talvez Cheetah faria). Lá, ela iria desenhar animais fabulosos e aposentar-se uma artista famosa do mundo.
Ela abandonou a ideia da bailarina quando encontrou a agonia de sapatilhas e enlatados a rota veterinário a aterrar o trabalho de escavar até cocô de cachorro para um primeiro animal de estimação.

Mas no final das contas, o fato é que ela nasceu em Tulsa ( Oklahoma) e se formou na Tulsa University, BS em Arte, e o resto é história. Espero que esse tópico sirva para que valorizem cada detalhe do livro e o apreciem ainda mais.

Algumas de suas ilustrações:


Espero que tenham gostado do post!!

Cascia Hall - House of Night

Postado por Bi@ às 13:46 0 comentários
Para aqueles que amam house of night tanto quanto eu, ai vai mais um Mundo House of Night!!




Cascia Hall foi fundado pela Ordem de Santo Agostinho, em 1926, na sua atual localização, um campus de 40 acres em 2520 Yorktown Avenue South, em Tulsa centro, primeiro diretor da escola foi Francis A. Driscoll, que já havia sido presidente da Villanova College (agora Villanova University). O nome da escola refere-se ao santo Agostinho, Rita de Cássia (Itália). 

Cascia Hall foi uma escola durante todo o dia do sexo masculino, que aceitou pensionistas, até 1986. Nesse ano, a escola deixou de ter fronteiras, acrescentou uma escola média, e se tornou uma escola mista para dia 12/06 graus. Ele tem um registro total de cerca de 600, cerca de 50% dos quais são católicos romanos. 

Cascia Hall segue a tradição agostiniana da educação, que traça o seu patrimônio para a filosofia educacional de Santo Agostinho de Hipona. A escola afirma que sua missão é preparar os estudantes para a faculdade e vida através de um programa estimulante acadêmica e foco no core valores de "verdade, unidade e caridade" (Veritas, Unitas e Caritas). A escola afirma que cem por cento de seus idosos matricular na faculdade após a graduação. Cascia Hall é credenciado pelo Estado de Oklahoma, o North Central Association of Colleges and Schools, e a Associação Agostinho Ensino Secundário e está em boa posição com a Associação Nacional de Educação Católica. A escola afirma que é a única escola secundária em Oklahoma certificadas como "a faculdade preparatória" pela North Central Association.




Fiquei curiosa sobre, essa escola existir ou não. Ela existi, e é bem grande, da pra ter uma idéia de como seria A morada da noite. rsrs


A lenda original do vampiro

Postado por Bi@ às 13:15 1 comentários



Existem lendas de vampiros desde 125aC, quando ocorreu uma das
principais histórias conhecidas de vampiros. Foi uma lenda grega. Na
verdade pode-se afirmar que esse tenha sido o primeiro registro por
escrito, pois as origens do mito se perdem séculos e séculos atrás
quando a tradição oral prevalecia. Lendas sobre vampiros se originaram
no oriente e viajaram para o ocidente através da Rota da Seda para o
Mediterrâneo. De lá, elas se espalharam por terras eslavas e pelas
montanhas dos Carpathos. Os eslavos têm as lendas mais ricas sobre
vampiros. Elas estavam originariamente mais associadas aos iranianos e à
 partir do século VIII é que se espalharam por terras eslavas. Quase na
mesma época em que essas histórias começaram a se difundir, iniciou-se o
 processo de cristianização da região, e as lendas de vampiros
sobreviveram como mitos muitas vezes associados ao cristianismo.


Mais tarde, os ciganos migraram para o oeste pelo norte da Índia (onde
também existem um certo número de lendas sobre vampiros), e seus mitos
se confundiram com os mitos dos eslavos. Os ciganos chegaram na
Transilvânia pouco tempo depois de Vlad Dracula nascer em 1431. O
vampiro aqui era um fantasma de uma pessoa morta, que na maioria dos
casos fora uma bruxa, um mago, ou um suicida.

Vampiros eram
criaturas temidas, porque matavam pessoas ao mesmo tempo em que se
pareciam com elas. A única diferença era que eles não possuíam sombra,
nem se refletiam em espelhos. Além disso podiam mudar sua forma para a
de um morcego, os tornavam difíceis de capturar e bastante perigosos.
Durante a luz do dia dormiam em seus caixões, para à noite beber sangue
humano, já que os raios eram letais para eles. O método mais comum era,
pela meia noite, voar por uma janela na forma de um morcego e morder a
vítima no pescoço de forma que seu sangue fosse totalmente sugado. Os
vampiros não podiam entrar numa casa se não fossem convidados. Mas uma
vez que eram poderiam retornar quando bem entendessem. Os vampiros
eslavos não eram perigosos somente porque matavam pessoas, (muitos seres
 humanos também faziam isso) mas também porque suas vítimas, depois de
morrerem, também se transformavam em vampiros. A característica mais
temida dos vampiros era o fato deles serem praticamente imortais. Apenas
 alguns ritos podiam matar um vampiro como por exemplo: transpassar seu
coração com uma estaca, decaptá-lo ou queimar seu sangue. Esse tipo de
vampiro também é o mais conhecido, por ter sido imortalizado na figura
do mais famoso vampiro de todos os tempos, o Conde Drácula, de Bram
Stoker.
Você pode ler mais Aqui!



Fonte

08 março 2013

O Inverno das Fadas - Carolina Munhóz

Postado por Bi@ às 20:24 0 comentários

Editora: Fantasy – Casa da Palavra Autora: Carolina Munhóz Páginas: 304 páginas Ano: 2012 O inverno das fadas conta a história de Sophia, uma Leannan Sidhe (fada Amante) que se apaixona por um humano que deveria ser apenas mais uma de suas caças. Assim como os amores épicos entre entidades predadoras (como vampiros) e meros humanos, Carolina Munhóz nos apresenta ao amor de William e Sophia, onde eles tem de encontrar uma forma de ficarem juntos sem se destruírem. " Muitas vezes a fada se pegou pensando se existia uma forma de quebrar o feitiço sobre ela, mas era inútil Ser uma Leanan não consistia em ter escolhas, era simplesmente um fato que não podia ser negado." Minha Opinião Péssima proza. Tem o inicio e até mesmo alguns trechos bem confusos, achei a história bem fraquinha e bem vulgar, dando a impressão que o tema não é o amor deles em si. Sobre a altora Tive a sorte de conhecer a Carolina Munhóz e achei ela um amor de pessoa. Super simpática, agradável e ela realmente parece realmente gostar do que faz. Então eu fico aqui torcendo para que o próximo livro dela supere o primeiro, e que tenha muitas e muitas resenhas de seus livros aqui!!! B.

Desmatamento Zero!!!

 

Arquitetos de Palavras Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review